• Equipe Efeito

DESAFIOS PARA A INCLUSÃO NO CONTEXTO ESCOLAR

Que a inclusão não é um processo simples, você já sabe. Mas sabe listar os principais obstáculos para isso? Confira o texto que preparamos para você!


Se você trabalha com educação, certamente já encontrou em sua trajetória estudantes com necessidades especiais, e não sabia a melhor forma de tornar o processo de aprendizagem acessivo.

Neste post vamos listar os maiores desafios para adaptações no sistema de ensino. Afinal, saber a ordem de prioridade desses obstáculos pode ser uma boa forma de começar a solucionar o problema, mas lembre-se sempre que o mais importante de tudo é entender que cada estudante é um caso específico.


Veja abaixo quais são os principais desafios e como minimizar esse problema:


Conhecer as políticas públicas de inclusão escolar: O entendimento profundo sobre as medidas de inclusão dos estudantes com necessidades especiais é o ponto de partida para um ensino equânime de qualidade.

Elas se referem a todos os aspectos de criação e gestão de normas voltadas à garantia do direito à educação para todos.


No entanto, infelizmente, o desconhecimento é grande, se tornando um grande dificultador para o processo de inclusão.


Organização:

Organizar os processos e as rotinas da escola ajudam a garantir o acesso, a permanência de qualidade e a conclusão do percurso do estudante no processo de ensino e aprendizagem;


Para isso, pode ser útil: criar um serviço de referência para acompanhar o estudante, criar todos os fluxogramas de acompanhamento do estudante com necessidades especiais e criar uma documentação para registrar essas informações.

Implementar as adaptações razoáveis necessárias: Sabemos que existem centenas de mudanças que podem ser feitas para ajudar no acompanhamento de estudantes com necessidades especiais. A partir do conhecimento e observação de cada um desses estudantes, é possível traçar uma meta de adaptações básicas para uma inclusão personalizada desses indivíduos.

Implementar o Plano de Desenvolvimento Individual: Já explicamos sobre essa medida de inclusão anteriormente. O PDI, ou PEI, é uma proposta de organização curricular que norteia o plano de ação do professor, e, também, ajuda a desenvolver os potenciais do estudante.


Ele visa planejar e acompanhar, de maneira individualizada, o processo de aprendizagem do estudante para estimular seu melhor desempenho, comparando o estudante com ele mesmo.


Capacitação de equipe:


Mais difícil que as adaptações físicas e materiais, é a preparação e capacitação da equipe. Todos os colaboradores devem conhecer, as medidas de inclusão e o plano individualizado de cada aluno. Há, ainda, a necessidade de implementar o profissional de apoio escolar, PAE. Ele é a pessoa responsável pela alimentação, higiene e locomoção do estudante com deficiência e atua em todas as atividades escolares que forem necessárias.

MAIS DICAS


Gostou desse post da Equipe EFEITO? Clique aqui para seguir nossas novidades e dicas no Instagram e, se desejar, entre em contato conosco para levar a nossa consultoria para a sua instituição de ensino ou agendar uma formação com a sua equipe. Para isso, basta clicar aqui.


4 visualizações0 comentário