• Equipe Efeito

COMO DETECTAR DESVIOS NO DESENVOLVIMENTO

Quer saber como detectar possíveis desvios no desenvolvimento infantil? Leia o post abaixo!


DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Sabe-se que a principal fase de desenvolvimento das habilidades humanas, se dá na infância, logo nos seus primeiros anos de vida. Assim, tudo o que compõe a assistência prestada a essa criança, interfere e impactará diretamente o desenvolvimento humano.

A palavra “Desenvolvimento” refere-se ao processo de evolução biológica e psicológica que ocorre entre o nascimento e a idade adulta e que faz com que o indivíduo progrida de uma situação de dependência total para uma situação de autonomia completa.

O desenvolvimento adequado se deve à interação entre fatores genéticos e fatores ambientais. É, por isso, um processo complexo e dinâmico, baseado na maturação neurobiológica e, em correlação contínua com aspectos psicológicos e sociais.


DETECTANDO DESVIOS

As aquisições nas várias áreas do desenvolvimento são relativamente uniformes, e seguem um encadeamento lógico, por exemplo, antes do bebê sentar-se, terá de controlar a cabeça. As alterações no desenvolvimento são frequentes e, sua identificação é fundamental para o bem estar da criança e da família. Faz parte da vigilância em saúde infantil a pesquisa de sinais de alarme no desenvolvimento para um posterior encaminhamento à uma consulta especializada ocasião na qual serão feitos diagnóstico e tratamento adequados. Os pais e cuidadores devem estar alertas para os sinais de alarme em cada idade chave do desenvolvimento no primeiro ano de vida:


Sinais de alarme no 1º semestre


3º mês

– Não controlar a cabeça; mãos persistentemente fechadas; pernas e braços rígidos em repouso; pobreza de movimentos

– Não fazer contato visual; não fixar nem seguir objetos com o olhar

– Sobressaltos com qualquer ruído

– Não sorrir; chorar e gritar quando é tocado


6º mês

– Não controlar a cabeça; não se sentar com apoio; pernas rígidas e passagem direta à posição de pé quando se tenta sentar-se; não apoiar os pés no chão; postura muito rígida ou muito “mole”

– Não seguir objetos; não pegar objetos (com as duas mãos); estrabismo manifesto e constante

– Não responder à voz ou ao seu nome; não vocalizar (Ex: aaaaaaaaa)

– Não gostar de estar no colo de ninguém (prefere ficar no berço); ser desinteressado pelo ambiente; não sorrir e/ou dar gargalhadas; ser muito irritado e/ou inconsolável


Sinais de alarme no 2º semestre


9º mês

-Não se sentar sem apoio; não estender os braços; não levantar a cabeça; quando sentado não usar as mãos para brincar; permanecer sentado e imóvel sem procurar mudar de posição

– Não transferir objetos de uma mão para a outra; não levar objetos à boca; engasgar-se com facilidade; estrabismo

– Não reagir aos sons; vocalizar monotonamente ou perder a vocalização

– Ser apático e não distinguir familiares


12º mês

- Não conseguir levantar sozinho; não engatinhar (ou forma equivalente); não aguentar o peso nas pernas; permanecer imóvel, não procurar mudar de posição

- Não usar gestos simples: apontar, abanar a cabeça; não bater dois objetos um no outro; não apontar para objetos; não pegar nos brinquedos ou faze-lo só com uma mão; não mastigar;

- Sobressaltos com qualquer ruído; não dizer nenhuma palavra; não responder à voz

– Não fazer gestos simples como dizer adeus ou abanar a cabeça; nunca seguir a face humana;


RECORRA AO PROFISSIONAL

Apesar dos pontuais sinais para avaliação, é importante que a criança esteja sempre assistida por um profissional da área para avaliar se há de fato um desvio, ou se não se trata apenas de uma peculiaridade do desenvolvimento daquela criança. Existem sim os parâmetros gerais, mas cada indivíduo deve ser analisado e medido conforme as medidas comportadas pelo seu próprio contexto.


ACOMPANHE-NOS

Clique aqui para seguir nossas novidades e dicas no Instagram e, se desejar, entre em contato conosco para levar a nossa consultoria para a sua instituição de ensino ou agendar uma formação com a sua equipe. Para isso, basta clicar aqui.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Copyright © 2018 | Efeito Consultoria