• Equipe Efeito

A DISLEXIA E O PAPEL DO PROFESSOR

Atualizado: Mar 12

Entenda mais sobre essa dificuldade de aprendizagem e como o professor deve agir para auxiliar o aluno com dislexia



A Dislexia é uma dificuldade de aprendizagem de origem neurobiológica, caracterizada pela deficiência de linguagem em que a pessoa não entende bem a formação de cada palavra e os sons das sílabas e das letras.


A pessoa com dislexia, tem dificuldade para manipular esses sons e não percebe que novas palavras podem ser formadas quando sons são acrescentados, tirados, invertidos ou mesmo substituídos.


Os disléxicos geralmente demoram mais para começar a falar, têm mais dificuldade para pronunciar e aprender novas palavras, podem ficar mais lentos para ler e escrever, cometem mais erros ao escrever e têm mais dificuldade para compreender o que leem.


Todavia, todos estes têm a capacidade de aprender, evoluir e superar de diversas formas essa dificuldade e podem ser impulsionados por auxílios dos professores.


Dessa forma, seguem DEZ DICAS para você, professor, aplicar no dia a dia da sala de aula:


  • Construir e nutrir sua autoconfiança: garanta que as tarefas sejam adequadas ao nível de habilidade do estudante;

  • Sentar o estudante perto do professor;

  • Ensinar individualmente ou em pequenos grupos, sempre que possível;

  • Descobrir como o estudante aprende melhor;

  • Recomenda-se usar uma abordagem multissensorial estruturada para alfabetização e leitura;

  • Pode-se aplicar o método fônico que, inclusive, é um grande aliado no ensino da leitura para todas as crianças; Evitar pedir que o estudante leia em voz alta na frente de muitos colegas, a não ser que ele tenha sinalizado seu desejo;

  • Evitar de pedir que o aluno leia em voz alta na frente de muitos colegas;

  • Não exigir que o estudante copie muitos exercícios na lousa, na frente dos colegas, ofereça outras formas dele fazer os registros;

  • Fornecer planilhas claras com textos menores e mais diagramas e/ou figuras;

  • Incentivar a repetição de conteúdos recentemente aprendidos, dando oportunidade para muita prática;

  • Flexibilizar as correções das atividades avaliativas;


Quando você presenciar uma criança com dislexia lendo ou escrevendo, fique atento e tenha atitudes corretas: caso ela escreva ou tenha a leitura correta, elogie-a; caso demonstre dificuldade na leitura ou escrita, incentive-a e, caso erre na leitura ou na escrita, pare-a e ajude-a a entender o que está errado e incentive-a a continuar.


Cada etapa do avanço de uma criança com essa dificuldade é extremamente importante, por isso, preocupe-se com ela, ajude e incentive sempre!


Para mais informações sobre inclusão escolar acompanhe também o nosso perfil no Instagram @efeitoinclusao e, em caso de dúvidas, faça a sua pergunta nos comentários abaixo.



- Fonte: Cartilha Dislexia – Pearson – Aprendizagem de A a Z.

23 visualizações

Copyright © 2018 | Efeito Consultoria