• Equipe Efeito

10 FILMES SOBRE INCLUSÃO PARA ADULTOS

A EFEITO selecionou dez filmes que têm como tema a inclusão de pessoas com diferentes tipos de deficiência. Os filmes ensinam valores sobre a diversidade, inclusão, empatia e respeito às diferenças.


1. O Filho Eterno (2016)


Roberto, escritor ainda não publicado, está seguro de que o nascimento do filho é o marco para uma nova vida. No entanto, ainda no hospital, ele descobre que terá de se acostumar com uma nova ideia – ser pai de Fabrício, uma criança com síndrome de Down. A notícia provoca em Roberto uma enxurrada de emoções contraditórias e conflitos que acabam afetando sua relação com o trabalho e seu casamento com Cláudia. Numa jornada de 12 anos, entre obstáculos, conquistas e descobertas se revela o significado da paternidade. Baseado na obra de Cristovão Tezza. Classificação Indicativa: recomendado para maiores de 10 anos.

Clique AQUI para ver o Trailer.


2. Extraordinário (2017)


Baseado no livro homônimo, o filme conta a história de Auggie Pullman (Jacob Tremblay), um garoto que, aos 10 anos, irá frequentar a escola pela primeira vez. O motivo é que Auggie nasceu com uma deformação facial, consequência da síndrome de Treacher Collings, e durante os primeiros anos de sua infância precisou passar por 27 cirurgias plásticas, o que fez com que sua mãe (Julia Roberts) optasse pela educação em casa. O filme retrata o início da sua convivência com outras crianças, bullying e preconceito de forma leve, mas bastante impactante. Classificação Indicativa: recomendado para maiores de 10 anos.

Clique AQUI para assistir o Trailer.


3. Hoje eu quero voltar sozinho (2014)


O filme é baseado no curta Eu não quero voltar sozinho (e estrelado pelos mesmos atores), o longa conta a história de Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente com deficiência visual, que tenta levar uma vida comum, apesar de sua mãe superprotetora. Além de tocar em temas como inclusão escolar e social, a obra também aborda a sexualidade na adolescência e a luta pela independência apesar das dificuldades.


Classificação indicativa: recomendado para maiores de 12 anos.

Clique AQUI e assista o Trailer.



4. Colegas (2012)


Essa comédia brasileira conta a história de Stallone (Ariel Goldenberg), Aninha (Rita Pook) e Márcio (Breno Viola), que viviam juntos em um instituto para pessoas com Síndrome de Down. Um dia, inspirados pelo filme Thelma & Louise, eles resolvem fugir para realizar o sonho pessoal de cada um. Eles partem do interior de São Paulo rumo a Buenos Aires vivendo aventuras e se metendo em diversas confusões. Classificação indicativa: recomendado para maiores de 12 anos.

Clique AQUI para assistir o Trailer:








5. Sempre amigos (1998)


O filme relata a parceria, a amizade e as dificuldades enfrentadas por dois garotos: Kevin, extremamente inteligente, sofre de uma doença degenerativa e, por conta disso, acaba ficando isolado do convívio social, e vivendo mais no mundo da imaginação; e Max, um gigante de 13 anos, que não tem o desenvolvimento esperado na escola e por conta disso é discriminado no ambiente pelos colegas. Quando os dois se encontram, uma bela amizade nasce e com ela uma relação de inteligência e força, como um contraponto às injustiças cometidas nas demais relações de convivência.

Classificação indicativa: livre.

Clique AQUI e assista o Trailer.


6. Hasta La Vista – Venha como você é (2011)


É um filme drama/comédia onde três amigos, que têm deficiência física, decidem embarcar sozinhos em uma emocionante viagem, apesar dos protestos de seus familiares. Eles chegam a um bordel na Espanha que atende pessoas deficientes.


Classificação indicativa: recomendado para maiores de 12 anos.

Clique AQUI e assista o trailer.









7. Uma lição de amor (2001)


O filme conta a história de Sam Dawson, um homem com deficiência mental que tem uma filha Lucy que, quando completa 7 anos, começa a ultrapassar intelectualmente seu pai. Uma assistente social ao ver a situação quer tirar a guarda internando Lucy em um orfanato. A situação se transforma em uma briga jurídica em que se discute o papel do pai e se pessoas com limitações intelectuais como Sam podem ser responsáveis por crianças.


Classificação indicativa: livre.

Assista o Trailer clicando AQUI.






8. Meu pai, meu herói (2014)


Julien vive numa cadeira de rodas e, como todos os adolescentes, sonha com grandes aventuras e emoções. Para realizar um de seus sonhos, Julien convence o pai a competirem juntos no triathlon ironman, uma das provas mais difíceis do circuito mundial. Durante o treinamento, o jovem tem a chance de reconstruir a relação com o pai, transformando a vida de toda a família.


Classificação indicativa: recomendado para maiores de 12 anos.

Clique AQUI e assista o Trailer.



9. Meu nome é Radio (2003)


Todos os dias, ao redor da quadra de uma escola secundária na Carolina do Sul circula James Robert Kennedy. Acompanhado de um carrinho de supermercado e um rádio, o jovem tinha por prática observar os intensos treinos de futebol americano liderados por Harold Jones, um treinador competitivo, que não tinha olhos para nada além do trabalho, tampouco para sua mulher e filha. Um dia, uma brincadeira de mal gosto do time com James o deixa ainda mais assustado e o fecha ainda mais em seu silêncio – o jovem não fala. Até que um dia, o treinador resolve convidá-lo para assistir a um treino e pouco a pouco o insere na equipe como um assistente. O filme mostra a inclusão de “Rádio” – nome pelo qual James passa atender – numa dinâmica antes marcada pela competição e altas habilidades, trazendo sensivelmente a possibilidade de aprendizagem em outros tempos e maneiras.

Classificação indicativa: recomendado para maiores de 12 anos.

Clique AQUI para assistir o Trailer.


10. Os melhores dias de nossas vidas (2004)


Rory (James McAvoy) é um jovem rebelde, bem-humorado, que fala o que pensa, não liga para as convenções sociais, nem para nada, nem para ninguém. Seu oposto é Michael (Steven Robertson), que sempre levou uma vida completamente sem graça e enfadonha. O que estas duas pessoas tão diferentes poderiam ter em comum? A resposta é cruel: Rory é tetraplégico e Michael tem paralisia cerebral. Descontentes com as "regras da vida", estes dois amigos inusitados planejam deixar a instituição onde estão internados com a ajuda de Siobhan (Romola Garai) para que eles finalmente atinjam seus objetivos: viver a vida em toda sua intensidade. Mas quais as surpresas que o mundo fora dos portões da instituição irão revelar aos dois rapazes.

Classificação indicativa: recomendado para maiores de 12 anos.

Clique AQUI e assista o Trailer.


29 visualizações

Copyright © 2018 | Efeito Consultoria